21 setembro 2016

Quero ser cacheada

Olá amores, tudo bem?

Recentemente contei pra vocês como cuido dos meus cachos. Hoje, resolvi contar como foi meu processo de transição do liso para o cacheado.

Acredito que esse tipo de informação possa ajudar muitas de vocês que estejam passando pela mesma situação. Quando resolvi mudar, senti falta de relatos sobre essa experiência, por isso tive um pouco de receio. Então, vamos a minha história.




Usei chapinha desde os meus 12 anos, todos os dias. Parecia um vício. Sempre queria que ficasse mais liso. É claro que isso não fazia bem pro meu cabelo. Pra completar, nunca fui de hidratar ou cuidar, de alguma forma, dos meus fios.

Sempre usando a chapinha na temperatura máxima, um certo dia pensei: "Preciso dar um tempo pro meu cabelo". Nunca fiz alisamento algum, mas acredito que a chapinha agride mais os fios, ainda mais com a frequência que usava no meu cabelo.

Então, resolvi aproveitar as férias deste ano pra cuidar do meu bebelo, rsrsrs. Pensei que como não teria aula, não teria problema ficar com cabelo natural por um tempo. Mal sabia eu que deixar o cabelo assim se tornaria um vício ainda maior do que a chapinha.

Quando resolvi deixar tudo natural, gostei da coisa. Só que sempre tive muito receio do volume. Não era pra menos, fiquei acostumada com volume zero durante anos, aí do nada passo a ter? Estranhei demais. Mas confesso que achei que seria mais complicado. Com duas semanas eu já estava me adaptando. Muita gente elogiou meu novo estilo, e lógico, isso ajudou bastante. Porém, além dos elogios, me sentia bem comigo mesma. Sabe quando você se olha no espelho e pensa: "Que isso? Tô gata mesmo heim", rsrsrs. Era exatamente assim que me sentia.

Passei a pesquisar mais sobre cachos pra descobrir qual a melhor forma de manter meus fios lindos, e a cada dia, me apaixonava mais pelo meu cabelo. Confesso, FOI LIBERTADOR.

Só de pensar que hoje não preciso mais daquela chapinha todos os dias, que não preciso me preocupar se vai chover ou se o clima vai ficar favorável pro meu penteado... Ufa, me libertei! E se você estiver passando por essa transição, miga, calma. Você vai se acostumar.

Reconheço que meu caso não é um dos piores, já que pras pessoas que têm alisamento, o processo é um pouco mais complicado e demorado. Requer paciência e muita força de vontade. Mas não desiste não, gata. Depois que seu cabelo te trouxer o poder, você nunca mais vai querer cabelo liso na sua cabeça, rsrsrs.



Enfim, essa é minha história. Qualquer coisa que queiram me perguntar sobre isso, fiquem a vontade. Um beijo pra vocês e fiquem com Deus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário